Blog

Astrologia Horária – o Campeão 2017

Postado por:

A pedido de muitos leitores, apresentamos um estudo sobre o campeonato de futebol em Portugal, época de 2016-2017, com base na Astrologia Horária. Este artigo tem um objetivo pedagógico e não preditivo. Pretendemos ilustrar como certas variáveis e contextos reais podem estar simbolizados num mapa astrológico.

Notas prévias:

  1. Uma vez que nos dois anos anteriores, apresentámos estudos com meses de antecedência sobre o possível campeão nacional de futebol (O Campeão 2015; O Campeão 2016) – que coincidiram com o desfecho final – é legítimo que tantos leitores nos tenham pressionado para publicar algo semelhante este ano, embora as nossas prioridades pedagógicas não estejam relacionadas com o futebol.
  2. Esta opinião, que é apenas isso – um parecer baseado nalgumas conjeturas astrológicas  – foi divulgada em Dezembro de 2016, numa palestra e num vídeo sobre 2017 . E mantém-se a mesma desde essa altura.
  3. Contudo, a opinião foi baseada em mapas calculados para uma altura tão precoce do campeonato (pré-época e início de época) que é plausível espelharem apenas tendências, não respostas absolutas. Pretender uma resposta definitiva seria acreditar que o campeão estaria encaminhado com quase um ano de antecedência, o que viola a lei do livre-arbítrio, em certa medida.
  4. Assim sendo, a leitura deve ter em consideração esse fator – que não se baseia em mapas horários mais recentes e que já incorporem certas alterações / decisões dos agentes – mas sim em mapas de pré-época ou de início de época. Assim sendo, a leitura responde à questão “Qual o principal candidato à vitória final, segundo a Astrologia Horária, quando estamos ainda no início de época?”
  5. O parecer sustenta-se em 3 mapas horários diferentes que parecem apontar na mesma direção.

MAPA HORÁRIO 1:

Pergunta de pré-época: “O meu clube favorito, o Sporting, vai ser campeão nesta época que se inicia?”

Dados: 23 Julho 2016, 13h46, Caldas da Rainha

O astro regente da minha equipa é Vénus em Leão, regente do Ascendente Libra, na Casa 10. O troféu é representado pelo Sol, regente da 10, em cima do MC, cerca de 1 grau antes. A Lua é cosignificadora da minha equipa.

Esta mapa parece radical (espelha bem o contexto), porque o meu clube é representado pelo Leão e procura um título (casa 10). A simbologia ainda é mais apropriada por Vénus estar no grau 14 – há 14 anos (desde 2002) que o Sporting não ganha o campeonato.

Caso a Lua ou Vénus se dirigissem por ângulo maior ao regente do troféu a resposta seria afirmativa. O que não acontece. O Sol primeiro dirige-se ao MC e depois faz trígono com Saturno. Vénus não forma ângulos maiores até sair do signo onde está.

O grau de Vénus também não simboliza sucesso – está associado a indolência.

Assim, este mapa não indicava sucesso do Sporting, mas dava pistas sobre o possível vencedor. O título (Sol) está num signo fixo e no grau 1 – o que representa o próprio campeão em título (Benfica e, especificamente, Rui Vitória – que começou a ser treinador um ano antes nesse clube). O facto de estar fixo, domiciliado, e a dirigir-se para o MC é um argumento fortíssimo para que o título se pudesse manter nas próprias mãos.

Ou seja, o Sol pode representar: o título , o campeão em título e o favorito – o Benfica. Mas a estrela no Fundo-do-Céu é Altair, a estrela da Águia, muito associada a este clube, o que nos levanta a dúvida se o Benfica poderia ser representado também ou exclusivamente pelo regente da 4, Saturno.

De todo o modo, como a pergunta principal era sobre o Sporting (e não sobre o Benfica) não seria justo exigir que o mapa nos desse as duas respostas em simultâneo com fiabilidade. Fica registada o diagnóstico – (quase) impossibilidade de Sporting ser campeão – e a suspeita de que o campeão seria o mesmo da época anterior.

MAPA HORÁRIO 2:

Pergunta de pré-época – “Este clube do qual não sou adepto- o FC Porto- vai ser campeão nesta próxima época?”

Dados: 1 Junho 2016, 22h39, Lisboa

O FC Porto é aqui representado pelo regente da Casa 7, que abre em Caranguejo – um signo de Água e apropriado para representar um clube cujo nome e cidade estão associados a este Elemento (e equipado de azul).

A radicalidade do mapa é ainda mais impressionante quando vemos que o grau onde a Lua está, 27′ de Carneiro, é representado por um dragão.

A Lua está angular e no Fundo-do-Céu e vazia de curso, segundo o critério tradicional.

Num primeiro olhar, o mapa sugere que nada de novo acontece – pelo contrário, tudo se mantém igual (Lua vazia de curso) e que, portanto, o Porto não ganharia o campeonato. O grau do Descendente (FC Porto) é chamado de “Traição” , o que também não soa auspicioso.

No entanto, há três argumentos que podem contrariar isto. O primeiro é que o título pode não ser representado por Vénus, regente da 10 . Vénus está numa péssima condição e Balança está no fim de da Casa 10. Lembremo-nos que a pergunta foi feita numa fase de pré-época em que o campeonato não tinha sequer começado. Faz mais sentido, por ser o signo seguinte e estando domiciliado, que Marte seja o regente do título da época 2016-2017, neste mapa. É o astro mais forte e é aquele que a Lua procura.

O segundo argumento é que a Lua é o astro mais angular e dirige-se para a derivada 10 (êxito) do Porto – significando que pode obter sucesso e destaque – ainda para mais em vias de entrar na exaltação (Touro).

O terceiro argumento é que a Lua forma um quincúncio aplicativo com Marte (sucesso)- ainda que este ângulo não fosse usado em Astrologia Horária tradicional, deve ser testado como hipótese.

Assim sendo, embora este mapa sugerisse o mesmo resultado do ano anterior (vitória final do Benfica) não me pareceu que fechasse as portas ao sucesso do Porto, pelo menos a um nível moderado. E, portanto, não deveria ser considerado como definitivo. Não temos experiência suficiente neste ramo de horária para afirmar categoricamente que este mapa apontaria o insucesso final do Porto, embora inclinasse para isso se seguíssemos regras ortodoxas da área.

Por isso, vejamos um último mapa.

MAPA HORÁRIO 3:

Pergunta passadas 7 jornadas – “Que clube vai ganhar o campeonato 2016-2017?”

Dados: 10 Outubro 2016, 20h15, Lisboa

Este mapa teria a vantagem de poder incorporar já informação relativa a decisões dos agentes. Contudo, ainda assim seria um “long-shot” astrológico – porque levantado a 8 meses do fim do campeonato.

Por outro lado, é mais exigente tecnicamente – não perguntámos por um clube em específico, o que quer dizer que teríamos que identificar os vários clubes corretamente.

Nesta altura, estavam disputados 21 pontos e era esta a classificação dos principais candidatos: Benfica, 19 pontos; Sporting, 16 pontos; FC Porto, 16 pontos.

Embora este mapa não parecesse ter tanta radicalidade como os anteriores (adequação ao contexto, numa primeira vista) tem elementos suficientes para um diagnóstico.

Vénus, regente do Ascendente, está no grau 21 de Escorpião, na Casa 7 – relevante porque se trata de uma pergunta sobre competições, até aí envolvendo 21 pontos.

A Lua está no grau 7 de Aquário, interessante por este ser um signo com associação ao futebol e estar num grau ressonante com o número de jornadas.

O troféu será representado pelo regente da Casa 10, Saturno, em Sagitário.

Em teoria, o vencedor seria o primeiro astro a aspetar Saturno, sem impedimentos

.Neste caso é a Lua, que ainda por cima está na Casa 10, do sucesso, e governa por exaltação o ascendente, atendendo a que é um mapa noturno, onde a Lua tem domínio.

Resta agora saber para usar uma expressão inglesa “What The F….” – “Quem é a Lua?”

Em princípio, o planeta associado ao favorito principal e campeão em título  -o Benfica- seria o Sol. Contudo, o Sol está tão fraco (cadente e em Queda) que não está apto a representar um candidato forte.

Resta-nos, então, uma abordagem muito discutível que seria atribuir a cada um dos 3 candidatos a regência de um dos ângulos, uma vez que ainda por cima estão mais fortes por casa ou signo.

Como os ângulos Ascendente-Descendente estão a 16 (1º49) e 16 era a pontuação de Sporting e FC Porto na altura da questão, faz sentido atribuir Vénus (regente de Touro – Ascendente) e Marte (regente de Escorpião – Descendente) a cada um destes clubes, e o regente do 3º ângulo – o Fundo-do-Céu- ao 3º clube, o Benfica.

Uma vez que, por alturas da pergunta, o Sporting estava à frente do Porto nas apostas, tendo mantido o treinador da época anterior , ao contrário do Porto, fazia sentido que fosse representado por Vénus, angular e num signo fixo, enquanto o Porto, por Marte, cadente mas exaltado e num signo cardinal (novo fôlego, novo treinador).

As imagens dos graus dos ângulos também apontam para esta hipótese – o grau do Ascendente Touro tem um tigre (o que é próximo do Leão); o grau do Fundo-do-Céu tem um corvo (próximo de uma águia); o grau do Descendente Escorpião tem abutres e um lobo (embora pouco semelhantes com um dragão, mais próximo que os outros dois)

Mas então nesse caso, a Lua seria o Benfica? Quais os argumentos para tal?

É o que está mais alto, no trono (casa 10) apropriado para alguém que era favorito e estava na frente, no momento da pergunta, sendo o atual campeão, bem aspetado (Júpiter podia ser considerado o título anterior), num signo fixo (não mudou de treinador), de Ar e perto da constelação da Águia.

A suposição seria reforçada pelo sextil com Saturno ser no grau 13 – equivalente à 13ª jornada – quando o Benfica venceu o Sporting no seu estádio destacando-se na liderança.

Contudo, o Porto (Marte) não seria de menosprezar porque a caminhar para o Meio-do-Céu (sucesso).

Resultado – embora muito falível a atribuição dos planetas este diagnóstico seria mais compatível com a vitória do Benfica.

CONCLUSÃO:

Para mapas horários de pré-época e início de época faria mais sentido a vitória do Benfica na época 2016-2017.

Porém, estas interpretações não integram informação mais recente e, por isso, quem estiver interessado poderá fazer análises horárias jogo a jogo, mais fiáveis para resultados de jogos em concreto, em especial, os derbys.

Atendendo ao desempenho excelente do Porto, a disputar a liderança lado-a-lado, tem obviamente condições para vencer. Por isso, essa probabilidade tem de ser respeitada.

Assim, eu diria que as probabilidades estão 53% para o lado do Benfica e 47 % para o lado do FC Porto.

Para que o Benfica seja campeão, terá que manter-se sempre no topo da tabela até ao fim, sob risco de perder o título.

Caso seja o Porto o vencedor final, constatamos que os métodos horários conservadores e com muito tempo de antecedência são mais ambiciosos e discutíveis. Mas ficamos a saber também que os quincúncios, com recepção, podem funcionar e que o Fundo-do-Céu, sendo um ângulo, pode substituir o Meio-do-Céu.

Não deixa de ser incrível constatar como é possível numa pergunta aleatória – o grau do astro representante do Porto – ser representado pela imagem de um Dragão, sendo o único dos 360 da série da francesa Janduz (Les 360 Degrés du Zodiaque symbolisés par l’image).

Esta ocorrência desafia todas as probabilidades do acaso, independentemente da dificuldade de leitura do mapa, e é um exemplo de como a simbologia dos graus, que não era usada em astrologia tradicional neste sentido, pode ser usada no ramo horário.

Caso seja o Benfica a ganhar – fica a questão filosófica no ar sobre a real margem de livre arbítrio que existe em certos contextos onde, supostamente, a sorte é um fator determinante.

De todo o modo, que vença o melhor .

Abraço

João Medeiros

Lisboa, 4 de Abril de 2017

 

Artigos anteriores relativos ao campeonato português:

O CAMPEÃO 2015 

O CAMPEÃO 2016

Artigos Relacionados:

0

Adicionar um comentário


Share This

Receba grátis o 1º Ebook da coleção Zodíaco - o Signo de Carneiro / Áries , ao subscrever a newsletter!

  • Conheça o Signo de Carneiro / Áries em detalhe
  • Padrões Comportamentais
  • Características Fisionómicas
  • Os Diversos Planetas no Signo
  • A Simbologia dos 30 Graus com imagens