Blog

Astrologia Horária – O Verão (Quente ?)

Postado por:

Um dos objetivos primordiais da Astrologia, desde os tempos mais remotos, era a previsão do tempo. A nossa proposta para este artigo é testar até que ponto um dos ramos da Astrologia – a vertente Horária – permite antever as condições meteorológicas, em particular, para o Verão de 2015, em Portugal.

O ramo mais utilizado pelos astrólogos antigos para a análise do clima eram os mapas de lunações e ingressos. Por exemplo, o mapa exato de uma Lua cheia seria válido pelos 14 dias seguintes, o mesmo acontecendo com o mapa da Lua Nova. Ou o mapa da entrada do Sol em Cancer/ Caranguejo/ Fonte que seria válido para o Verão, no hemisfério norte (Inverno para o hemisfério sul).

verao

Neste ingresso, calculado para Portugal, verificamos que o seu regente, Marte, está combusto pelo Sol, na Casa 8. Este indicador, por si, sugere probabilidade de incêndios e temperaturas elevadas para o Verão, em Portugal, em particular, no meio da Estação (Casa Sucedente, que corresponderá a Agosto).

CANCER_INGRESS_2015

Na verdade, se considerarmos o Sol como representante da nova estação do ano, para o globo como um todo, poderemos inferir a tendência para temperaturas mais destrutivas (excessivamente quentes) para o mundo em geral este Verão, devido à conjunção muito próxima entre Marte e o Sol (embora em afastamento).

Os ingressos são mapas belíssimos e muito usados pelos astrólogos do período árabe. Entram no ramo da Astrologia Mundial também e, para além da componente climática, são muito adequados para interpretar eventos políticos. Por exemplo, a mesma conjunção Sol-Marte também sugere uma tendência mais conflituosa do que o normal nos governos mundiais.

Deixamos a técnica dos Ingressos e lunações para outros artigos, debruçando-nos sobre outras formas de colocarmos questões sobre o clima.

E que formas são essas? Perguntas horárias diretas: “como estará o clima no período X”. A mesma técnica pode ser utilizada para perguntas ainda mais específicas -“como estará o tempo na festa que programei para o dia Y”; “caso marque o meu casamento para este dia, haverá chuva?”, ou “terei Sol durante as minhas férias?”.

Colocamos este artigo totalmente como base experimental e didática, uma vez que esta é uma área específica (como em todas) que requer muita prática.

A TEORIA

Teoricamente, quando colocamos uma questão – como vai estar o tempo – segundo Frawley o astro mais importante é o regente da Casa 1, que representa o “Aqui”. Por exemplo, se a pergunta for, “como vai estar o tempo no churrasco que planeei” e Marte for o regente da 1, este representa o churrasco (para além de regente da 1, governa o Fogo/ Brasas). O signo onde está e o seu dispositor representa o ambiente (clima). Se estiver em signo de Água, como Peixes, a probabilidade de chuva é grande.

Em geral, os Signos de Fogo – Carneiro/Áries, Leão e Sagitário – são Quentes e Secos. Os Signos de Ar – Gémeos, Balança/ Libra, Aquário – são Quentes e Húmidos. Os Signos de Terra – Touro, Virgem e Capricórnio – são Frios e Secos. Os Signos de Água – Caranguejo /Cancer, Escorpião e Peixes – são Húmidos e Frios.

No entanto, segundo Lilly, os Signos do quadrante da Primavera – Carneiro/ Áries, Touro e Gémeos – são também genericamente Quentes e Húmidos. Os do quadrante do Verão – Cancer/ Caranguejo, Leão, Virgem – são Quentes e Secos. Os do quadrante do Outono – Balança/ Libra, Escorpião e Sagitário – são genericamente Frios e Secos. Os do Inverno – Capricórnio, Aquário e Peixes – são globalmente Frios e Húmidos.

O que implica interpretações como Capricórnio, por exemplo, ser Frio e Seco por ser Terra, mas também Frio e Húmido por pertencer ao quadrante de Inverno. Para efeitos de interpretação sobre o clima não poderemos dizer, então, que seja um signo muito seco, mas sim muito Frio.

Assim, por exemplo, Sagitário será o mais Frio dos Signos de Fogo e Cancer/ Caranguejo o mais Quente dos Signos de Água.

As fases da Lua também tinham relevância. Embora a concordância não seja absoluta entre os autores, considerava-se que a Lua no Primeiro Quarto (da Lua Nova ao Quarto crescente) é Húmida e Quente; do Quarto Crescente à Lua Cheia, será Quente e Seca; da Lua Cheia ao Quarto Minguante será Seca e Fria; do Quarto Minguante à Lua Nova, será Fria e Húmida.

Por sua vez, os planetas também representam condições de temperatura:

SATURNO – Frio e Seco (O frio cortante que congela)

LUA – Fria e Húmida (A Chuva e frio)

VÉNUS – Moderamente Fria e Húmida (Tempo ameno e fresco, mas com chuva que rega os solos)

JÚPITER – Moderamente Quente e Húmido (Tempo quente e agradável, mas com humidade e chuva)

SOL – Quente e Seco (o Calor)

MARTE – Muito Quente e Seco (o Calor exasperante que destrói e queima)

MERCÚRIO – normalmente Seco e Frio, mas dependente do planeta a que está associado (por aspeto)

Conforme a posição dos Significadores na pergunta horária, por Signo e Aspeto, teremos uma correlação com o clima respetivo.

A QUESTÃO

A pergunta foi colocada espontaneamente pelo astrólogo, cerca de 2 dias, após o início do Verão (dia 23 Junho de 2015, às 9h29, em Lisboa): “Como será o Verão de 2015, em Portugal, no que respeita ao clima?”

COMO_SERA_VERAO_2015

No Ascendente temos Leão, o Signo mais quente e seco de todos e o seu regente, o Sol, conjunto a Marte, o planeta mais quente e seco de todos os astros. O Sol – a essência da questão (o calor ou frio) – está num Signo de Água (Cancer/ Caranguejo) mas este é o mais Quente dos Signos de Água. Portanto, em geral, seria de esperar um Verão com temperaturas mais quentes do que o normal, ou do que os últimos anos.

A área diretamente mais afetada pelo calor excessivo seria a Casa 11 que corresponde à direção Sudeste, ou seja, Alentejo mas mais do lado Este (o interior do Alentejo – Beja, por exemplo). Os picos mais elevados de temperatura poderão corresponder à distância em graus do Sol e Marte em relação ao Meio-do-Céu (auge do calor, no Sul) o que aponta para os dias 20 a 23 de Agosto.

Para o centro e Leste – de Évora a Lisboa – outras hipóteses para os picos de temperatura máxima ou aquecimento  acentuado correspondem à distância do Sol e Marte ao Ascendente – ou seja, 40 dias a partir do início da pergunta – o que aponta para 1 a 4 de Agosto.

Contudo, as presenças de Vénus e Júpiter na Casa 1 sugerem momentos simpáticos e frescos com humidade e alguma chuva particularmente no centro do país (Casa 1). Essa fase de temperança poderá corresponder à conjunção simbólica do Sol a Vénus (44 dias – 7 a 9 de Agosto) ou ao sextil da Lua a Vénus (26 dias –  19 a 21 de Julho).

O Norte e , especificamente, no litoral embora também mais quente do que o habitual (o regente do Fundo-do-Céu é Marte, que está combusto) estará ainda assim com fases de temperatura baixa e clima chuvoso, atendendo à presença de Saturno em Escorpião na Casa 4 (Norte).

Alguns dias de possível descida de temperatura ou chuva (em particular no Norte, mas também no Centro) poderão corresponder à distância de Saturno ao Fundo-do-Céu e do Sol a Saturno (28 dias – 20 a 22 Julho) ou da Lua a Saturno (10 dias de distância – 2 a 5 Julho).

Será interessante verificar que tipo de alterações poderão ocorrer nesses dias 3 a 4 de Julho pois correspondem simbolicamente à mudança de Signo da Lua para Ar (de Outono), para além do anterior aspeto referido (sextil a Saturno e quadratura a Marte).

O mesmo poderemos dizer da entrada simbólica da Lua em Escorpião (40 dias – 1 a 4 de Agosto) e da conjunção da mesma com Saturno (70 dias – 2 a 4 de Setembro) que poderá refletir uma descida acentuada da temperatura, especialmente no Norte.

CONCLUSÃO

Em geral, a pergunta horária parece sugerir temperaturas mais altas do que o habitual no Verão de 2015, em Portugal Continental, em especial no interior sul (Alentejo) até 20 a 23 de Agosto.

Porém, o afastamento do Sol (regente do mapa) em relação a Marte e aplicação a Saturno (embora distante), bem como a presença das benéficas Júpiter e Vénus na Casa 1, sugerem ainda assim fases muito agradáveis de moderação climática em especial no centro do país.

O signo da Lua (Virgem – signo de Verão – Seco) bem como a sua fase (quase Quarto Crescente) também apontam para um clima mais quente do que o normal, no país, ainda que instável na Beira Baixa (a Lua – humidade – está numa Casa de Nordeste).

As zonas do Norte e litoral Oeste, atendendo à posição de Saturno, estarão simbolicamente associadas ainda assim a períodos frescos ou mesmo chuvosos, em princípio, mais para o fim de Julho (fim da penúltima semana) e/ ou para o início de Setembro.

Como referimos, este é apenas um teste e um exercício experimental. Pretendemos incentivar os leitores a conhecer outras abordagens da Astrologia, para além da Astrologia Natal.

Um abraço e que tenha óptimas férias!

João Medeiros

Lisboa, 25 de Junho de 2015

Bibliografia 

-Carmen Astrologicum, Dorotheus de Sidon – séc. II – edição Biblioteca Sadalsuud, Lisboa, 2005

-Christian Astrology, William Lilly  – séc. XVII – edições Ascella, Londres, 1999

-The Horary Textbook: Revised Edition, John Frawley, Apprentice Books, 2015

-Tetrabiblos, Ptolomeu– séc. II – edição Biblioteca Sadalsuud, Lisboa, 2005

-Tratado das Esferas, Helena Avelar e Luis Ribeiro, Pergaminho, Lisboa, 2007

Artigos Relacionados:

0

Adicionar um comentário


Share This

Receba grátis o 1º Ebook da coleção Zodíaco - o Signo de Gémeos/ Brisa , ao subscrever a newsletter!

  • Conheça o Signo de Gémeos / Brisa em detalhe
  • Padrões Comportamentais
  • Características Fisionómicas
  • Os Diversos Planetas no Signo
  • A Simbologia dos 30 Graus com imagens