Blog

Graus 21 a 25 de Vulcão – ou Carneiro/ Áries

Postado por:

Neste artigo, explicamos a simbologia dos Graus 21 a 25 do Signo de Carneiro /Áries (ou Vucão).

Todos os graus têm uma lição a assimilar e um propósito de consciência implícito e, logo, são positivos. Genericamente, podemos dizer que os temas destes graus são:

Grau 21 (20º00′ a 20º59′) – “ISOLAMENTO” [9/10/11 Abril(*)]

Grau 22 (21º00′ a 21º59′) – “INSTABILIDADE E LOUCURA” [10/11/12 Abril(*)]

Grau 23 (22º00′ a 22º59′) – “ENCONTROS PERIGOSOS” [11/12/13 Abril(*)]

Grau 24 (23º00′ a 23º59′) – “AUSÊNCIA DE VALOR” [12/13/14 Abril(*)]

Grau 25 (24º00′ a 24º59′) – “DOMÍNIO” [13/14/15 Abril(*)]

Estes graus devem ser interpretados, em particular, para o grau do Signo Ascendente, resumindo assim o propósito de vida individual e os traços fundamentais do carácter. Pode ser também aplicado para o grau do Sol, da Lua e de outros planetas.

Vejamos, então, em mais detalhe a simbologia de cada um, combinado as fontes Janduz (astróloga francesa) e Rudhyar (astrólogo norte-americano de origem francesa).

 

Grau 21 (20º00′ a 20º59′) – “ISOLAMENTO” [9/10/11 Abril(*)]21º ISOLAMENTO

SÍNTESE: Dificuldades agonizantes, perigos vários sem hipótese de salvamento, impotência de reacção; Mesmo quando não se tratam de situações limites estaremos perante exílios ou prisão num local distante da origem, emigração forçada; a estrela Baten Kaitos piora a condição de vida e conduz a infortúnios; Eventualmente poderá haver um gosto por viagens se as posições planetárias forem favoráveis, mas a prudência e a procura de uma vida mais calma são essenciais.

DESCRIÇÃO: “…Um homem sozinho numa jangada, no meio do Oceano à solta; ele está torto, inclinado, esfomeado, patético; mas é enérgico e faz o seu melhor com os sinais de aflição.”

Versão dos Símbolos Sabianos de Rudhyar:
SÍNTESE: a liberação e glorificação da agressividade social.
DESCRIÇÃO: Um pugilista entra no ringue.

LIÇÃO (pela integração das duas séries): A resiliência e força de espírito são necessárias para atravessar as maiores adversidades.

 
Grau 22 (21º00′ a 21º59′) – “INSTABILIDADE E LOUCURA” [10/11/12 Abril(*)]

22º INSTABILIDADE E LOUCURA

SÍNTESE: Aquele que não sabe o que faz dificilmente consegue ter um rumo e manter a sua fortuna, seja ela pequena ou grande; Indecisão, dúvida, preguiça; Tendência para colocar a culpa no exterior e falta de capacidade para perceber os próprios erros.

DESCRIÇÃO: “… Um homem de ar ausente afasta-se de uma fonte à qual tinha ido buscar água que agora deixa verter do cântaro sem que se aperceba; no canto, um urso teima em morder uma árvore caída na terra.”

Versão dos Símbolos Sabianos de Rudhyar:
SÍNTESE: abundância possibilitada pela união e cooperação humanas.
DESCRIÇÃO: O portão do jardim de todos os desejos realizados.

LIÇÃO (pela integração entre as duas séries): Saber reconhecer a abundância de recursos e manter um foco.

 
Grau 23 (22º00′ a 22º59′) – “ENCONTROS PERIGOSOS” [11/12/13 Abril(*)]

23º ENCONTROS PERIGOSOS

SÍNTESE: Espírito ágil, refinado, subtil, benevolente, mas sem consistência nem vontade; Influenciável, sem espinha dorsal; Atrai amigos falsos e perigosos, podendo melhorar a sua vida apenas se se ajudar a si mesmo e investir na sua força de carácter.

DESCRIÇÃO: “…Um homem sentado no canto de uma mesa sob um caramanchão, de ar despreocupado, olhando à luz o vinho do seu copo, enquanto dois malvados companheiros sentados não longe dele conversam misteriosamente, perscrutando-o; à direita três serpentes lutam entre si.”

Versão dos Símbolos Sabianos de Rudhyar:
SÍNTESE: Fecundidade.
DESCRIÇÃO: Uma mulher grávida em leves trajes de Verão.

LIÇÃO (pela integração das duas séries): Saber apreciar a vida, com leveza, criatividade e sentido de procriação; privilegiar a família/ relação em detrimento de uma vida social boémia ou nefasta.

 
Grau 24 (23º00′ a 23º59′) – “AUSÊNCIA DE VALOR” [12/13/14 Abril(*)]

24º AUSÊNCIA DE VALOR

SÍNTESE: Alegre, com pouca vontade própria, despreocupado; Auto-indulgente, deixa que sejam outros a comandar as coisas em todas as áreas de vida; Indiferença perante o desprezo dos outros, porque se sente feliz vendo os seus talentos serem solicitados para organização de festas; Intensa sensualidade e tendência para problemas na relação com o sexo oposto.

DESCRIÇÃO: “…Um homem preguiçosamente deitado num tapete brinca com bolas brilhantes de diferentes cores. Uma mulher semi-nua de pé atrás dele olha-o de forma cativante e dominante.”

Versão dos Símbolos Sabianos de Rudhyar:
SÍNTESE: abertura ao influxo de energias espirituais.
DESCRIÇÃO: Sopradas para dentro do vento, as cortinas de uma janela aberta tomam a forma de uma cornucópia.

LIÇÃO (pela integração das duas séries): Saber inspirar-se e inspirar os outros, conseguindo ao mesmo tempo distinguir a sua vontade própria nas relações e na vida.

 
Grau 25 (24º00′ a 24º59′) – “DOMÍNIO” [13/14/15 Abril(*)]

25º Vulcão - Domínio

SÍNTESE: Caráter dominador, cuidadoso e digno de confiança; Resistente, terá tendência para manter todos os que puder na sua rédea curta; Deve aprender, tanto na esfera pública como na privada, a respeitar as opiniões e formas de vida dos outros, ainda que diferentes das suas.

DESCRIÇÃO: “…Um cavaleiro forte monta um cavalo teimoso, mantendo-o com as rédeas curtas. Ele olha com desprezo para um homem pequeno e despenteado que monta um carneiro/bode que esperneia, tentando deitá-lo por terra.”

Versão dos Símbolos Sabianos de Rudhyar:
SÍNTESE: a revelação de novas potencialidades.
DESCRIÇÃO: A possibilidade de o homem ganhar experiência em dois níveis do ser.

LIÇÃO (pela combinação das duas séries): Conseguir domar e expandir a dualidade como, por exemplo, desenvolvendo duas áreas profissionais em simultâneo.

 

(*) A leitura em relação ao dia de aniversário está dependente do ano (se bissexto ou não, etc) e pode ser confirmada pelo cálculo gratuito no site www.astro.com

Fonte bibliográfica principal:
JANDUZ; LHUER, Claude, “Les 360 Degrés du Zodiaque – Symbolisés par l’Image e par la Cabbale”, Bussière, Paris, 1986.
Fontes bibliográficas auxiliares:
KOPPEJAN, Helene, Willem, “The Cardinal Signs”, Element, Reino Unido, 1990.
RUDHYAR, Dane, “Uma Mandala Astrológica”, Pensamento, São Paulo, 1973.

Por João Medeiros

Mais informações sobre o Signo do Vulcão (Carneiro/ Áries): Aqui!


Artigos Relacionados:

0

Adicionar um comentário


Share This

Receba grátis o 1º Ebook da coleção Zodíaco - o Signo de Gémeos/ Brisa , ao subscrever a newsletter!

  • Conheça o Signo de Gémeos / Brisa em detalhe
  • Padrões Comportamentais
  • Características Fisionómicas
  • Os Diversos Planetas no Signo
  • A Simbologia dos 30 Graus com imagens