Blog

O Seu Novo Signo

Postado por:

Certamente ouviu falar da polémica sobre as mudanças de signo. Por exemplo, que afinal existe um 13º signo e que os signos não correspondem às constelações. Por ser astrólogo, muita gente me perguntou se era verdade : “Explica-me, então, o meu signo mudou? Qual é então o meu novo signo? A Astrologia está errada?”

Estudando esta área há muito tempo, estou habituado a que todos os anos alguém se lembre desta questão e que obviamente os astrólogos e alguns astrónomos expliquem por A + B a situação, para quem queira realmente entender.

Sim, porque na verdade muitas pessoas perguntam, mas poucas ouvem a resposta. Será que é o seu caso? Se for, não se preocupe. É que efectivamente a resposta é complexa.

Por isso, se estiver mesmo interessado em saber a resposta, sugiro que leia até ao fim… Até ao fim mesmo…. Se não, aproveite já este seu tempo numa alternativa que o faça mais feliz. Seja como for, saiba que o seu signo não mudou. Ou melhor, até poderá mudar, se você aceitar baptizar o seu signo com um nome bem diferente e moderno, embora com as mesmas características.

Já viu que interessante seria você dizer em vez de “Eu sou Carneiro” poder dizer “Eu sou Vulcão, porque nasci no início da Primavera, altura em que a força da Natureza é imparável”? Ou em vez de afirmar “”Eu sou Balança”, poder dizer, “Eu sou Arco-íris, porque nasci no princípio do Outono, altura em que se transita para a chuva?”

Na verdade, os signos da Astrologia Ocidental mantêm os mesmos nomes que você conhece, desde há milénios. Desde a época grega, foi estabelecido o Zodíaco Tropical, um círculo de 360º dividido em segmentos iguais, de acordo com 12 fases das estações do ano.

Assim, por exemplo, aos primeiros 30 dias da Primavera corresponderia uma etapa da viagem aparente do Sol em torno da Terra – etapa que se convencionou chamar Carneiro – uma vez que na altura (há 2000 anos atrás) a posição do Sol coincidia com a posição das estrelas da constelação de Carneiro.

“Aaaaah”, então diz você “afinal alguma coisa mudou mesmo…”.

Sim, mudou! Acontece que, tal como a posição do Sol parece mudar ao longo do dia e do ano, através de dois movimentos da Terra – rotação e translação – também a posição das constelações parece mudar devido a um terceiro movimento conhecido como Precessão dos Equinócios – cujo ciclo é de 26 000 anos.

Sabia deste terceiro movimento? É como se a Terra estivesse bêbeda e o seu eixo oscilasse formando um cone. É um movimento tão lento que é imperceptível ao ser humano.

Quer isto dizer que a cada 2160 anos, muda a constelação posicionada atrás do Sol na altura do Equinócio da Primavera. Por exemplo, agora essa constelação está a transitar de Peixes para Aquário. Daí você já ter ouvido dizer que “Estamos a entrar na Era de Aquário”.

Mas, pergunta você, “Então, é mesmo verdade que o meu signo não corresponde à respectiva constelação?”.

Sim, é mesmo verdade. Quando o astrólogo ocidental diz que você é Escorpião, não quer dizer que tenha nascido com o Sol a apontar para a Constelação de Escorpião, mas que nasceu na 8ª fase do ano, correspondente ao meio do Outono. Que por acaso é uma altura crítica de chuvas e queda das folhas das árvores. Portanto, infelizmente ainda não é desta que se livra da má fama.

“Mas isso significa que não tenho características do animal Escorpião? Então e a minha tatuagem?” Esteja tranquilo e não remova a tatuagem. Ninguém lhe pode negar o facto de Escorpião ser o único “bicho” do Zodíaco Tropical que mais se associa simbolicamente à época do ano em que você nasceu.

Tal como Touro é o que simbolicamente mais está relacionado com o meio da Primavera, uma vez que é lento e ruminante, gostando de estar a pastar no campo, e por isso se diz que o bom Taurino gosta de apreciar a boa comida…

“Bom” a esta hora pensa você “… ainda estou um pouco baralhado”.

Pense assim: se você nasceu em Julho, por exemplo, será sempre um nativo de Julho, seja qual for o mês em que estamos neste momento. A roda do calendário continua a girar, mas a sua referência de nascimento é a mesma.

Igualmente se passa com o Zodíaco Tropical – a referência inicial é a mesma por mais 26 000 anos que passem, a roda gire e retorne ao ponto em que coincidia a Primavera com a Constelação de Carneiro. Está um pouco mais claro agora? Iremos sempre lá voltar e como foi nessa altura que a Astrologia ocidental nasceu, será essa simbolicamente a sua referência cósmica.

As estrelas das várias Constelações (incluindo a 13ª, chamada de Ofíuco ou Serpentário) também são usadas na interpretação, por astrólogos mais estudiosos. Também fazem parte do “pacote completo”. Porém, para todos os efeitos, as estações do ano são francamente mais importantes, quando se trata de interpretar o mapa astrológico de um ser humano.

“Bem, nesse caso” diz você “não será ainda assim um pouco confuso usar o mesmo nome das constelações quando se trata de conceitos algo diferentes?”

Sim, é confuso. Tem toda a razão…. Para lhe ser franco, tem tanta razão que esta questão baralha inclusivamente astrólogos que vão falar para a televisão e alunos meus, já com certa pedalada nestas coisas dos astros.

Por isso mesmo, venho propôr-lhe um nome alternativo para o seu signo. Um nome que seja mais claro e representativo dos fenómenos naturais a que está associada a fase do ano em que você nasceu.

Já agora, se por acaso nasceu no hemisfério sul, como por exemplo Brasil, Angola, Moçambique ou África do Sul em que as estações do ano são inversas, não se preocupe. É que o hemisfério dominante da Terra, em termos físicos e energéticos, é o hemisfério norte, daí que prevalece a estação que ocorre nesta parte do globo quando você nasceu.

Então aqui está a proposta alternativa, com os dias aproximados de mudança entre cada uma das 12 fases do ano. Um novo baptismo:

VULCÃO
nascidos entre 21 de Março e 19 de Abril (Ex-Carneiro)

Explosão da Primavera. Elemento Fogo.

JARDIM
entre 20 de Abril e 20 de Maio (Ex-Touro)

Sustentação da Primavera. Terra.

BRISA

entre 21 de Maio e 21 Junho (Ex-Gémeos)

Transição da Primavera. Ar.

FONTE
entre 22 de Junho e 22 Julho (Ex-Caranguejo)

Explosão do Verão. Água.

LUZ
entre 23 Julho e 22 Agosto (Ex-Leão)

Sustentação do Verão. Fogo.

AREIA
entre 23 Agosto e 22 Setembro (Ex-Virgem)

Fim do Verão. Terra.

ARCO-ÍRIS
entre 23 Setembro e 23 Outubro (Ex-Balança)

Início do Outono. Ar.

TEMPESTADE
entre 24 Outubro e 22 Novembro (Ex-Escorpião)

Sustentação do Outono. Água.

FOGUEIRA
entre 22 Novembro e 20 Dezembro (Ex-Sagitário)

Fim do Outono. Fogo.

MONTANHA
entre 21 de Dezembro e 19 Janeiro (Ex-Capricórnio)

Início do Inverno. Terra.

NEVE
entre 20 Janeiro e 18 Fevereiro (Ex-Aquário)

Sustentação do Inverno. Ar.

MAR
Entre 19 Fevereiro e 20 Março (Ex-Peixes)

Fim do Inverno. Água.

Se por acaso não gostou da alteração, esteja descansado que os nomes antigos não irão morrer. Representam tradições muito enraizadas que devem ser respeitadas e estudadas, porque são tesouros culturais e mitológicos.

E saiba também que, na verdade, temos um pouco de todos os signos na nossa carta de nascimento

Por exemplo, posso ser “Montanha” com Ascendente “Jardim”. Isto significa literalmente transformar a minha vida – um terreno rochoso e frio – num jardim bem cuidado e colorido.

Se por acaso, gostou desta abordagem, contacte-nos e subscreva a nossa newsletter.

Artigos Relacionados:

0

Adicionar um comentário


Share This

Receba grátis o 1º Ebook da coleção Zodíaco - o Signo de Carneiro / Áries , ao subscrever a newsletter!

  • Conheça o Signo de Carneiro / Áries em detalhe
  • Padrões Comportamentais
  • Características Fisionómicas
  • Os Diversos Planetas no Signo
  • A Simbologia dos 30 Graus com imagens